Unidade Brás da Febem será ampliada

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), assinou, no início da tarde, contrato que autoriza a reforma e ampliação da Unidade Brás da Fundação Para o Bem-Estar do Menor (Febem). As obras deverão estar prontas em 60 dias e ampliarão a capacidade da Unidade de Atendimento Inicial (UAI) para 120 vagas. Em dezembro, depois da segunda fase das obras, a unidade terá capacidade para abrigar mais 280 adolescentes-infratores. Segundo o presidente da Febem, Saulo de Castro Abreu, serão 400 novas vagas em um novo modelo de descentralização da Febem. Amanhã, em Sorocaba, o governador inaugurará nova unidade da Febem. Alckmin disse que, até o final do ano, serão abertas 734 vagas para a Febem, em unidades do interior; em 2002, a expectativa é que esse número seja ampliado para 1.496. Na unidade do Brás, serão gastos, nesta primeira fase da obra, R$ 971 mil.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.