Unidos de Vila Maria conta a história de Cubatão

O início do desfile promete ser sombrio, de arrepiar. Uma caveira de oito metros de altura, coberta de negro, em movimento, trará em uma das mãos a foice da morte e com a outra apontará os dedos para o público. Dela sairão os 14 integrantes da comissão de frente, os filhos da morte. Mas, depois de uma batalha entre o bem e o mal - dos passistas perseguindo uma mulher grávida -, tudo se resolve. A Unidos de Vila Maria apresentará na avenida todo o colorido do enredo que homenageia Cubatão, a cidade da Baixada Santista que não tem praia. Mas possui muita história para contar. Com o enredo Vila Maria: Canta, Encanta com Minha História... Cubatão, Rainha das Serras, a agremiação promete surpreender. ?Um dos nossos diferenciais é, justamente, a surpresa. As pessoas acham que vamos falar só de pólo industrial ou das tragédias ambientais que marcaram a cidade na década de 80?, disse o carnavalesco Wagner Santos, de 44 anos. Segundo ele, o enredo é uma homenagem à vida. ?Vamos contar como a cidade conseguiu se unir e reverter a poluição, sendo até premiada pela Organização das Nações Unidas (ONU)?. Depois da comissão de frente com a proposta de causar impacto, o abre-alas trará o Vale da Vida, simbolizando a Mãe Natureza. O rio Cubatão já estará limpo, representado por uma fonte de água natural. Uma tecnologia especial fará com que um recipiente de 18 metros de comprimento se transforme em um aquário. O público terá a sensação de ver os peixes se movimentando. O pólo industrial da cidade será o tema do quarto carro. Nele, o público poderá ver a produção de algumas empresas. ?É também uma homenagem aos empresários preocupados com o desenvolvimento sustentável?, disse o carnavalesco. O último carro alegórico homenageará Cubatão como a Rainha das Serras. Um dos destaques será o guará-vermelho, pássaro que já esteve quase extinto por causa dos danos ambientais, mas que agora se reintegrou à natureza. Serão 12 esculturas da ave. No veículo, muito mangue cercado por animais.

Agencia Estado,

07 Fevereiro 2007 | 11h39

Mais conteúdo sobre:
carnaval carnaval 2007

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.