Unidos do Peruche enfrenta problemas no desfile

A Unidos do Peruche levou para a passarela do sambódromo a tensão entre os componentes e a marca dos problemas em seu cinco carros alegóricos. Quarenta minutos depois do início do desfile operários ainda tentavam colar partes dos adereços do carro sacro e profano, o quarto da escola, que mostrou o enredo "São Paulo é como coração de mãe...sempre cabe mais um".O carro entrou no sambódromo sem uma destaque, que chegou a cair na concentração de uma plataforma quebrada. A componente Ana Paula não se feriu, lamentou os problemas e mesmo assim fez questão de participar do desfile. Apesar dos estragos provocados durante o deslocamento dos carros até o sambódromo, a escola da zona norte foi completa para a passarela. Em 2003, a Peruche sofreu um incêndio em seu barracão, recuperou fantasias e ainda conseguiu ficar em penúltimo lugar, escapando do rebaixamento.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.