Universidade oferece curso de informática na Mangueira

A escola de samba Mangueira e a UniverCidade selaram uma parceria que vai trazer para a comunidade um curso superior grátis de Informática, com duração de três anos. Estão sendo oferecidas 80 vagas e as inscrições para a prova de vestibular serão realizadas na quarta-feira, na Vila Olímpica da Mangueira. As aulas terão início na segunda semana de abril.O presidente da Vila Olímpica, Francisco de Carvalho, o Chiquinho, diz que a instalação do curso de Informática na Mangueira surgiu de algumas conversas com o presidente do Conselho de Administração da UniverCidade, Ronald Levinsohn. "Oferecer educação escolar era um antigo antigo sonho nosso", disse Chiquinho.Segundo o pró-reitor da instituição, Paulo Alonso, a UniverCidade já tinha idéia de desenvolver um projeto acadêmico-social que acabou coincidindo com a proposta da Mangueira. "Decidimos pelo curso de Informática porque o conhecimento sobre computadores é um instrumento fundamental de trabalho", ressaltou Alonso.O curso de Informática, cuja mensalidade na UniverCidade unidade Lagoa, na zona sul do Rio, custa R$ 293,00, vai funcionar à noite, no CIEP da área. Das 80 vagas, 50 serão destinadas aos alunos que terminaram o segundo grau no CIEP. As outras 30 ficarão reservadas para jovens que moram na comunidade mas que não estudaram no centro.De acordo com o pró-reitor, a universidade estabeleceu uma parceria com a Dell Computer, que vai fornecer 40 computadores para a instalação de um laboratório. "Estamos ampliando a biblioteca do CIEP para que ela tenha um acervo de livros voltados para o ensino superior", informou Alonso. Além disso, comentou o pró-reitor, está sendo montada uma videoteca com fitas relacionadas com o assunto. Os professores que darão as aulas são os mesmos que já trabalham nas outras unidades da instituição.A UniverCidade está com planos de criar, em 2002, mais dois cursos de graduação gratuitos. "Não determinamos quais serão os cursos porque queremos verificar o que seria mais interessante para a comunidade", explicou. Para o presidente da Vila Olímpica, esta experiência pode servir como exemplo para outras iniciativas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.