Universitária foge para ficar com namorado assaltante

Ela tinha um futuro promissor: bonita, estudante do curso de Fisioterapia da tradicional Escola Bahiana de Medicina, mantinha um noivado de quatro anos com um colega universitário. Mas Flávia Passos Sampaio, de 21 anos, trocou essa vida pelo amor do primeiro namorado, o assaltante Matheus Sande Pereira Júnior, de 24 anos. Flávia foi detida segunda-feira na cidade de Ilhéus, sul da Bahia, com Pereira Júnior e outros integrantes da quadrilha.O grupo foi localizado pela equipe do delegado Sérgio Malaquias, chefe do Departamento de Crimes Contra o Patrimônio da Polícia Civil, quando comemorava, num condomínio da Praia de Cururupe, um assalto praticado pela quadrilha contra um ônibus de turistas.A polícia conseguiu prender o bando quando investigava, na verdade, o suposto seqüestro de Flávia, que saiu de casa no dia 29 de junho dizendo que se iria encontrar com amigas e não voltou. Os pais da jovem comunicaram o desaparecimento à polícia. Quando o esconderijo da quadrilha foi "estourado", os policiais ficaram surpresos ao descobrir que a universitária não havia sido seqüestrada, mas tinha ido se juntar a Pereira Júnior por livre e espontânea vontade.Os integrantes da quadrilha fizeram questão de que, durante a apresentação, na Secretaria de Segurança Pública, Flávia confirmasse que não havia sido seqüestrada. "Amo Matheus, fugi para ficar com ele porque minha família não aceitava o namoro", confirmou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.