Universitárias são assaltadas na Praça dos Três Poderes

Ambas tiravam fotos, a 100 metros do Palácio do Planalto, quando foram abordadas por um homem

Ana Paula Scinocca, O Estado de S.Paulo

24 de junho de 2008 | 19h44

Duas universitárias foram assaltadas nesta terça-feira, 24, em plena luz do dia e a menos de 100 metros do Palácio do Planalto. As estudantes de medicina Gabriela Winckler e Priscila Gil vieram a Brasília participar de um curso do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e aproveitaram a visita para conhecer onde despacha o presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Foram abordadas por um homem de calça jeans e camiseta azul enquanto tiravam fotos na Praça dos Três Poderes, que fica entre o Supremo Tribunal Federal (STF), o Congresso Nacional e o próprio Planalto.  Até esta noite, o homem não havia sido identificado pela Polícia Militar.Foram levadas máquinas fotográficas, celulares e as carteiras com documentos, dinheiro e cartões de crédito das duas jovens. "É muito triste. Na frente da casa do presidente, com tantos policiais, é complicado. Parece que é seguro, mas não é", reclamou Gabriela. Segundo a Polícia Militar, o policiamento na área é de responsabilidade da 7ª companhia, que não foi acionada imediatamente. A assessoria de comunicação da PM informou que as jovens acionaram a Guarda do Exército, só sendo a PM avisada posteriormente, o que dificultou a prisão do ladrão.

Tudo o que sabemos sobre:
BrasíliaPlanaltoassalto

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.