Universitário atacado por segurança continua em coma

O universitário Daniel Ribeiro, 25 anos, continua internado em coma na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital das Clínicas de Marília. Ele foi hospitalizado depois de ser agredido por seguranças na saída de uma boate da cidade, na madrugada de sexta-feira.Testemunhas ouvidas pela Delegacia de Investigações Gerais (DIG) contaram que o estudante quebrou uma garrafa de vodca dentro da boate e pagou R$ 40,00 pelo estrago feito. Ao sair, foi agredido com um soco por um segurança, perdeu o equilíbrio e caiu, batendo com a cabeça numa pilastra. Mesmo caído continuou sendo espancado.Segundo o HC, seu estado de saúde é grave e corre risco de morte. Ribeiro, cuja família é de Barretos, estuda na Associação Educacional de Garça (a 20 km de Marília) e tinha ido à faculdade para fazer a última prova antes de terminar o curso agronomia, do qual está no último ano.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.