Metro-DF
Metro-DF

Usuários do Metrô-DF enfrentam mais um dia sem transporte

Todas as estações estão fechadas pelo quarto dia consecutivo; 

Ana Paula Niederauer, O Estado de S.Paulo

21 Novembro 2017 | 09h15

Os Cerca de 170 mil usuários da Companhia do Metropolitano do Distrito Federal (Metrô-DF) enfrentam mais um dia de transtornos devido a paralisação dos funcionários do transporte.

As 24 estações estão fechadas pelo quarto dia consecutivo por causa da greve dos servidores, que entra no 13º dia.

Segundo a empresa, durante nove dias o Metrô-DF funcionou no horário de pico (6h às 10h e das 16h30 às 20h30) com 75% da frota. 

De acordo com o Metrô-DF, desde sábado, 18, o sindicato da categoria não disponibilizou números de funcionários suficientes para manter operação segura.

+++ Prefeitura de SP afasta funcionários de terminal de ônibus onde ator negro foi agredido

Os metroviários entraram em greve reivindicando reajuste salarial e contratação de funcionários aprovados no concurso de 2014.

Em nota, o sindicato da categoria (Sindmetrô-DF) lamenta estar em greve em razão do descumprimento do acordo coletivo acertado pelo Metrô-DF/GDF.

Segundo o texto, o Metrô-DF se recusou a negociar a escala de trabalho e a operação de greve, conforme carta enviada a Companhia. 

Ainda não há previsão de assembleia nem de negociação com o GDF.

Mais conteúdo sobre:
Greve

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.