Vagas em hotéis no Rio estão quase esgotadas

Noventa por cento dos 27 mil quartos de hotéis do Rio estão reservados para o carnaval. O percentual é o mesmo verificado nessa mesma época no ano passado, mas significa um aumento no número de visitantes, já que mil novos quartos sugiram desde então. Os vôos que saem dos Estados Unidos e de países da Europa já estão com lotação máxima. A prefeitura espera 680 mil visitantes e a Associação Brasileira de Turismo Receptivo (Bito, em inglês) prevê um acréscimo de 14% no movimento. Ontem, na praia de Copacabana, o recém-chegado casal britânico Lauren, de 22 anos, e Andrew Phell, de 24, ambos estudantes, aproveitava seu primeiro dia na cidade fazendo um passeio no calçadão. "Ouvimos falar maravilhas do carnaval. Não vamos ao desfile das escolas de samba porque preferimos ver como as pessoas brincam na rua mesmo", contou Lauren. Nem se ela quisesse conseguiria lugar no sambódromo: todos os ingressos estão esgotados. Lauren e o marido ainda estranhavam a diferença de temperatura - em Londres, fazia dois graus anteontem, enquanto ontem de manhã os termômetros de Copacabana marcavam 30 graus -, mas estavam maravilhados com a vista. Amy Robinson, de 23 anos, professora de Colorado, nos Estados Unidos, também estava adorando sua primeira incursão numa praia carioca. Ela veio por indicação de amigos que moram na cidade. "Quero me divertir muito. Só não sei se vou conseguir aprender a sambar, porque sou péssima dançarina." A Secretaria de Turismo do município do Rio estima que 680 mil turistas passarão o carnaval por aqui. O presidente da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (Abih), Alfredo Lopes, acha que o sucesso do show dos Rolling Stones, realizado no último sábado, terá impacto no mercado nacional. "Os brasileiros que estavam na dúvida entre vir ou não ficaram influenciados pelo que viram na televisão", disse. Lopes acha que os fãs que vieram ao Rio para o espetáculo não deverão ficar para o carnaval. Mas Roberto Dultra, presidente da Bito, acredita que muita gente que veio especialmente para o espetáculo pode ter esticado a estadia - assim como existem turistas que viriam só para o carnaval e decidiram antecipar a vinda para assistir à banda inglesa.

Agencia Estado,

21 Fevereiro 2006 | 20h03

Mais conteúdo sobre:
carnaval carnaval 2006

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.