Vai-Vai, Mocidade e Império entram na disputa pelo título

A noite deste domingo será palco para os primeiros desfiles da elite do carnaval carioca

Gustavo Miranda, estadao.com.br

03 de fevereiro de 2008 | 06h39

O segundo dia de desfiles do Grupo Especial do carnaval de São Paulo terminou em grande estilo e com uma disputa acirrada: Vai-Vai, Mocidade Alegre e Império de Casa Verde fizeram grandes desfiles e entram duro na disputa pelo título do carnaval paulistano. No primeiro dia dos desfiles, Rosas de Ouro e Unidos de Vila Maria figuravam entre as favoritas e também vão disputar, ponto-a-ponto, o título deste ano. O resultado oficial será conhecido na terça-feira, quando acontece a apuração da Liga das Escolas de Samba de São Paulo.    Para colunista do JT, Vai-Vai foi destaque do segundo dia; ouça  'Carnavais de SP e Rio são complentares', diz Serra   Veja as melhores imagens de todos os desfiles em SP   Qual escola de samba será campeã em São Paulo?    A noite deste domingo será palco para o primeiro dia dos desfiles da elite do carnaval carioca, com Mangueira, Imperatriz Leopoldinense, São Clemente, Porto da Pedra, Salgueiro e Portela, respectivamente.   O último dia de desfiles do Grupo Especial do carnaval de São Paulo terminou com uma grande viagem na história da música popular brasileira. 'Sambando e cantando e seguindo a Canção... Vem, vamos embora para a Festa da MPB' foi o samba-enredo apresentado com maestria pela Império de Casa Verde, que fechou em grande estilo a madrugada deste domingo. Para o enredo, a escola se inspirou no livro 'A Era dos Festivais: Uma Parábola', do autor Zuzu Homem de Melo. Cantores e compositores do século passado foram apresentados já na comissão de frente, que trouxe várias imagens de cantores como Beth Carvalho, Lecy Brandão, Cartola, Clara Nunes e outras estrelas do samba brasileiro.   Com o enredo "Acorda Brasil", a Vai-Vai falou de um tema um tanto quanto delicado no Anhembi: a Educação no País. A idéia surgiu da peça de teatro de mesmo nome, escrita pelo empresário Antônio Ermírio de Moraes. Com uma composição ótima de Zé Carlinhos, Nayo Denai, Vagner Almeida e Danilo Alves, a arquibancada fez festa na mesma cadência da bateria da tradicional escola do Bexiga, que entra para a disputa e segue como forte candidata. Desde os primeiros minutos de desfile, a escola mostrou porque é agremiação com o maior número de títulos em São Paulo, com 12. A promessa do carnavalesco Chico Spinoza se confirmou na avenida. Os efeitos especiais dos carros alegóricos compuseram uma das maiores atrações da agremiação - o carro abre-alas cuspiu fogo e água, diversas vezes, no Sambódromo do Anhembi.   Com a responsabilidade de ser a atual campeã do carnaval que a Mocidade Alegre entrou no Anhembi, na madrugada deste domingo, 3. O enredo? 'Bem-vindo a São Paulo, sabe por quê? Porque São Paulo é tudo de bom!', destacou a cidade por suas principais qualidades - a gastronomia, a vida cultural agitada, o futurismo, a terra das oportunidades e a 'multiculturalidade' paulistana. Houve modelos representando a São Paulo Fashion Week, além de alegorias da Bolsa de Valores e da Fórmula 1. A segunda alegoria da escola trouxe referência aos motoboys, mas com um aviso: nada de pressa para os motociclistas.    Outra escola que empolgou bastante o público que lotou o Sambódromo do Anhembi foi a Mancha Verde que, neste carnaval, trouxe um destaque que não torce para o Palmeiras. Com o tema 'És imortal... Ariano Suassuna, sua vida sua obra, patrimônio cultural', a escola prestou uma homenagem, na madrugada deste domingo, 3, ao mais famoso torcedor do Sport Recife. A agremiação passou pela avenida fazendo uma linda festa, com direito a show de requebrados de Viviane Araújo e um carro alegórico para o escritor e sua esposa, que ele mesmo chamou de sua eterna namorada.    O teatro também teve seu espaço no desfile da escola de samba X-9 Paulistana, terceira a entrar na avenida nesta segunda noite de desfiles. Com o enredo 'O Povo da terra está abusando. O aquecimento global vem aí... A vida boa sustentável pede passagem', 32 atores que ficaram espalhados pelo quarto carro da escola mostraram, em uma dramatização, tudo aquilo que o homem faz para destruir a natureza. A escola não contava, no entanto, com problemas no transporte de um carro alegórico. Uma ala teve de passar por trás do carro e tudo isso pode comprometer a harmonia da agremiação.     A Pérola Negra queria se firmar de vez no Grupo Especial de São Paulo. Para isso, a escola prometia levar para o sambódromo um pedacinho do Interior de São Paulo com o tema 'A onça vai beber água! Jaguariúna: desenvolvimento e qualidade de vida nos trilhos do tempo'. No entanto, com uma apresentação abaixo da média dos outros desfiles de São Paulo, a escola corre o risco de nem repetir a 11ª colocação de 2007 e figura entre uma das sérias candidatas ao rebaixamento.   Dia de espetáculo no Rio   Datas que marcaram nossa história e nossa cultura serão lembradas na Sapucaí nos dois dias de desfiles da elite do carnaval carioca. São Clemente, Mocidade e Imperatriz Leopoldinense falam dos 200 anos da chegada de d. João VI ao Rio; a Mangueira canta o centenário do frevo; a Porto da Pedra, outro aniversário: os cem anos de imigração japonesa no País. A atual campeã, Beija-Flor, viaja até Macapá (Amapá), para redescobrir o Brasil.   Neste domingo, os destaques são Mangueira e Viradouro, as duas últimas escolas a passarem pelo Sambódromo. A verde-e-rosa vem de um pré-carnaval complicado. A agremiação foi muito criticada por não escolher um enredo homenageando o compositor Cartola, que faria 100 anos em 2008. Depois, vieram as notícias relacionando a escola ao tráfico de drogas no Morro da Mangueira. Na avenida, os mangueirenses prometem dar a volta por cima. A cantora Alcione já avisou: 'A Mangueira está acima do bem e do mal. O que importa é o samba. O resto é o resto.'   (Colabora Roberta Pennaforte, de O Estado de S. Paulo)

Tudo o que sabemos sobre:
Carnaval 2008São Paulo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.