JF DIORIO / ESTADÃO
JF DIORIO / ESTADÃO

AO VIVO

Acompanhe notícias do coronavírus em tempo real

Vale eleva nível de alerta em barragem de Barão de Cocais

Fortes chuvas atinge a região e mineradora disse ter detectado erosão. Moradores já haviam sido retirados da área por problemas em outra barragem

Leonardo Augusto, O Estado de S.Paulo

25 de janeiro de 2020 | 20h39

BELO HORIZONTE - A mineradora Vale informou ter detectado erosão no reservatório da barragem Sul Inferior, na cidade mineira de Barão de Cocais. Fortes chuvas atingem a região e já deixaram 30 mortos até este sábado, 25. A situação fez a empresa elevar o nível de alerta de 1 para 2, numa escala que vai até 3. A elevação implicaria a necessidade de retirada das pessoas de zonas mais próximas, mas isso já foi feito por problemas em outra barragem da região.

O alerta ocorre um ano após o rompimento da barragem de Brumadinho, que aconteceu em 25 de janeiro de 2019, deixando 259 mortos e 11 desaparecidos. A barragem Sul Inferior integra a mina Gongo Soco. A mesma mina abriga a barragem Sul Superior, que foi colocada em nível máximo de alerta, o que significa risco iminente de rompimento, em fevereiro de 2019. 

Segundo a Vale, "a Sul Inferior é uma barragem de contenção de sedimentos, construída em etapa única, considerado um dos métodos construtivos mais seguros. Embora apresentasse estabilidade, a estrutura encontrava-se em nível 1 porque está localizada a jusante da Sul Superior, que se mantém em nível 3".

A empresa disse ainda que "a Sul Inferior é monitorada permanentemente por câmeras de vídeo e pelo Centro de Monitoramento Geotécnico. Em decorrência das chuvas acima dos limites da normalidade, a Vale reforçou o número de equipes de campo em prontidão para eventuais situações de emergência".

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.