Vale incinera 80 toneladas de drogas no MS

A Companhia Vale do Rio Doce cedeu na manhã de hoje dois fornos da Urucum Mineração para que a Polícia Federal incinerasse 80 toneladas de drogas apreendidas no Mato Grosso do Sul. Essa é a segunda vez que a gigante de mineração empresta seus fornos para esse tipo de ação.O processo de queima da droga, em quantidade suficiente para preencher quatro carretas de grande porte, durará entre quatro e cinco dias. Segundo uma fonte da companhia, o processo pouco interfere na produtividade da planta, que utiliza os dois fornos para a obtenção de ferro-ligas. A fonte explica que os entorpecentes são incinerados antes de entrar em contato com os produtos processados pela Urucum.Segundo a assessoria de comunicação da companhia, o ato põe fim a diversas operações da Polícia Federal naquele Estado, batizadas como Operação Pantanal II, que resultaram em 373 inquéritos e 495 traficantes presos. Em 2000, a quantidade de droga incinerada pela Vale em Urucum foi de 49,9 toneladas.O ato faz parte das comemorações do Dia Nacional Anti-Drogas, instituído em 1998.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.