Vale-transporte será aceito como bilhete único integrado

O vale-transporte municipal será aceito no sistema do bilhete único integrado a partir de sábado, na Linha 2 (verde) do Metrô e na Linha C da CPTM (Osasco/Jurubatuba). Com o benefício, os trabalhadores também terão um único cartão para usar ônibus, metrô e trens no intervalo de duas horas, pagando a tarifa de R$ 3,00.A Prefeitura e o Estado subsidiarão para o empregador o custo do bilhete destinado ao vale-transporte. Segundo o secretário Municipal de Transportes, Frederico Bussinger, esse desconto já estava incluído nos R$ 244 milhões - custo estimado do sistema totalmente implantado, em 12 meses. Para os funcionários, na prática, o que muda é o conforto de ter apenas um único cartão para pagar todas as modalidades do transporte, pois continuarão a ser descontados até 6% do salário para o vale-transporte. "Vale a mesma regra", explica Bussinger. Estudantes, idosos e portadores de deficiências terão de esperar alguns meses para usufruir da integração. A aceitação do bilhete dos idosos está prevista para março; dos deficientes, para abril; e dos estudantes, para agosto. Em fevereiro, a linha B (Padre Amador Bueno-Júlio Prestes) da CPTM deve ser integrada ao sistema. Em março será a vez da linha 1 (azul) do Metrô. Prefeitura e Estado prevêem que até 11 de maio todas as estações de metrô e de trens metropolitanos devem estar interligadas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.