''Vamos arrancá-los de onde estão''

A CPI da Pedofilia no Senado vai investigar os casos de abuso sexual relatados por crianças na cidade de Catanduva. Ontem, o presidente da comissão, senador Magno Malta (PR-ES), avisou que os acusados de envolvimento nos crimes que chocaram o País serão chamados para depor no Congresso e, da tribuna, chamou os criminosos de "desgraçados". "Nós vamos arrancá-los de onde vocês estão", disse, indignado. "Quarenta e sete crianças foram abusadas e prenderam o borracheiro da cidade. E as crianças que sofrem abuso relataram que o lugar era bonito, que tinha piscina, hidromassagem...'' O promotor da Infância e Juventude Carlos José Fortes, de Minas Gerais, foi designado para acompanhar as investigações da comissão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.