Vândalos destroem escola em Campinas

Pelo menos 20 alunos da recém-inaugurada Escola Estadual Conjunto Vida Nova III, na periferia de Campinas, ficaram sem aula, nesta segunda-feira de manhã, porque o prédio foi atacado por vândalos.A escola, que iniciou as atividades em agosto deste ano, recebe atualmente perto de mil estudantes do ensino fundamental, da 1ª à 4ª série, em dois períodos.Na manhã desta segunda, professores e alunos constataram que o local havia sido invadido por vândalos. Os vidros das janelas de duas salas de aula foram quebrados.Os vândalos ainda destruíram portões, picharam paredes e muros. Os funcionários tiveram que remover os cacos das salas de aula para que os estudantes pudessem se acomodar. Um grupo de alunos do período matutino preferiu retornar para casa.Segundo o diretor da Delegacia de Ensino da região oeste de Campinas, Antônio Ademir Scchiavo, as aulas estão normalizadas, e os consertos serão providenciados nos próximos dias.Para ele, ocorreu uma tentativa de assalto no local, porque a fiação do alarme da escola foi cortada. "Como não conseguiram roubar nada, cometeram o vandalismo", apontou.Os fios também serão consertados nos próximos dias, conforme Scchiavo. O caso será investigado pela polícia civil, onde foi registrado um boletim de Ocorrência.O diretor descartou a participação dos alunos. Mas os responsáveis ainda são desconhecidos."Mesmo que os moradores tenham visto, dificilmente vão falar. Quem fez isso não tem noção da importância da educação para toda a comunidade e da vitória que foi termos conseguido uma escola para a região", alegou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.