Vannuchi: medida da corte será cumprida ''sem hesitação''

O ministro Paulo Vannuchi, da Secretaria de Direitos Humanos, informou que o governo cumprirá "sem hesitação" a sentença da OEA. Disse que não cabe recurso e a medida não será contestada. "Passa a haver uma jurisprudência internacional nova em relação ao Brasil, que tem de ser acatada. A menos que o País queira abandonar sua trajetória de fortalecimento dos direitos humanos e começar a fazer como outras nações, como a Venezuela de Chávez."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.