Vans adulteram equipamentos e acumulam multas

Alguns lotações flagrados deveriam estar fora de circulação por desrespeitar o Código de Trânsito Brasileiro. Pelo menos cinco veículos trafegavam com placa cinza, usada em carros particulares. Ônibus, táxis e lotações devem ter placa vermelha. Um micro-ônibus, placas DJB 8314, que exibia no letreiro a expressão "Facção Central" tem dívida de IPVA de R$ 4 mil e multas municipais no valor R$ 1,1 mil. Uma outra Sprinter foi multada por excesso de peso em março de 2009, numa rodovia do Estado da Bahia. Uma van foi flagrada em Mogi das Cruzes com o registrador de velocidade (tacógrafo) adulterado.

, O Estadao de S.Paulo

14 Agosto 2009 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.