Vargas mandou ocupar 'Estado' há 70 anos

Vargas mandou ocupar 'Estado' há 70 anos

PARA LEMBRAR

, O Estadao de S.Paulo

25 de março de 2010 | 00h00

Há 70 anos, no dia 25 de março de 1940, o Estado Novo de Getúlio Vargas ocupava o jornal O Estado de S. Paulo. Valendo-se de falsas acusações de que na Redação havia um movimento subversivo contra Vargas, o Conselho Nacional de Imprensa determinou que a família Mesquita saísse da direção do jornal.

As alegações de que haveria uma conspiração contra o governo no Estado e de que até armas teriam sido encontradas na Redação nunca foram confirmadas pela Justiça, o que reforça a versão de que tudo não passou de uma trama da Polícia Civil contra o jornal, que ficou cinco anos sob intervenção da ditadura.

O fechamento da Redação e das oficinas do Estado foi determinado à Superintendência de Segurança e Política Social pelo então ministro da Guerra, general Eurico Gaspar Dutra. Na portaria assinada por ele, não consta o real motivo do fechamento. De 26 de março a 6 de abril, o jornal deixou de sair, voltando a circular no dia 7 de abril.

Até o dia 6 de dezembro de 1945, o jornal circulou sob intervenção do governo Getúlio Vargas. Com a renúncia dele, o Estado foi devolvido a Julio de Mesquita Filho, que foi aplaudido quando retomou a posse do prédio da Rua Boa Vista.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.