Varig se nega a levar americano deportado para os EUA

O turista norte-americano Ronald Harry Duffy Jr., de 36 anos, que foi impedido de permanecer no País por ter agredido um bebê brasileiro durante o vôo de Miami para São Paulo, não viajou de volta aos EUA nesta manhã como estava previsto. Segundo a Polícia Federal do Aeroporto Internacional de São Paulo, em Guarulhos, Duffy Jr. teria embarcado em uma aeronave da Varig e causado um novo tumulto antes da decolagem. Por este motivo, o comandante do avião teria voltado ao terminal de passageiros para deixá-lo no aeroporto.Companhia desmente embarqueJá de acordo com a assessoria de imprensa da Varig o turista norte-americano não chegou a embarcar no avião que seguiu para Miami, esta manhã, pois a empresa se recusou a levar o deportado alegando falta de segurança no vôo, caso ele voltasse a ter mau comportamento.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.