EFE/EPA/MASSIMO PERCOSSI
EFE/EPA/MASSIMO PERCOSSI

Vaticano proíbe hóstias sem glúten

Documento preparado a pedido do papa Francisco recorda normas para elaboração do pão e do vinho destinados à Eucaristia

O Estado de S.Paulo

09 Julho 2017 | 19h29

A Congregação para o Culto Divino e a Disciplina dos Sacramentos elaborou um comunicado a pedido do papa Francisco no qual recorda as estritas normas para a elaboração do pão e do vinho destinados à Eucaristia. Uma delas é que as hóstias não podem ser sem glúten.

No documento dirigido a bispos de todo o mundo, é indicado que eles devem "vigiar a qualidade do pão e do vinho destinados à Eucaristia e, portanto, aqueles que os preparam".

Sobre as hóstias, o comunicado lembra que devem ser de pão ázimo (sem fermento), só de trigo, e portanto, fica proibido misturá-lo com outras substâncias, ainda que sejam cereais. O Vaticano considera um "abuso grave" introduzir outras produtos como frutas, açúcar ou mel.

"Está totalmente proibido utilizar um vinho do qual se tenha dúvida sobre seu caráter genuíno ou sua procedência" e "não se deve admitir sob nenhum pretexto outras bebidas de qualquer gênero", destaca o comunicado.

Diante das intolerâncias alimentares cada vez mais frequentes, o Vaticano também responde que está permitido "o uso de pão com pouca quantidade de glúten", mas não totalmente sem./EFE

 

Mais conteúdo sobre:
VaticanoPapa Francisco

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.