Vazamento de esgoto

Moro na Rua Cenerino Branco de Araújo, na Vila Campo Grande. Há vários meses ocorre um vazamento de esgoto na frente de dois imóveis não residenciais, nos números 204 e 212. Ele jorra da calçada, da sarjeta e das rachaduras no asfalto e percorre um longo trecho a céu aberto, cruza a rua e desemboca numa boca-de-lobo de águas pluviais na Rua Moacir Bonatti. Desde 10/6 venho pedindo à Sabesp, pelo telefone 195, a correção do problema, mas até o envio desta carta (31/10) nada havia sido feito, apenas foram abertos inúmeros protocolos (lembro-me de oito, pelo menos). Os funcionários da Sabesp vêm, dão um jeito no vazamento, mas logo tudo volta ao que era. Já recorri ao escritório político de um vereador, que enviou cartas à Subprefeitura da Cidade Ademar e à Sabesp. A Sabesp enviou-me carta em 27/8 dando o problema como solucionado, o que não é verdade! Agora recorro à Coluna. Só para acrescentar: a rua a que me refiro dá acesso ao Hospital Geral de Pedreira e as ambulâncias passam por cima dessa sujeira! FRANCISCO RODRIGUES DA SILVASão PauloA Sabesp informa que, no dia 10/11, esteve na Rua Cenerino Branco de Araújo e executou o conserto no ramal de esgoto, sanando o problema do vazamento. A reposição da capa asfáltica, também sob responsabilidade da empresa, será realizada no prazo de 72 horas. A Sabesp pede desculpas pelos transtornos causados e continua à disposição para quaisquer outros esclarecimentos. ROBERVAL TAVARES DE SOUZA, superintendente da Unidade de Negócio SulSe o infrator é o ladrão Em 17/8 meu carro foi roubado e com ele o ladrão cometeu uma infração de trânsito. Recebi a notificação de autuação em 8/9. No dia 15/9 estive no Posto de Atendimento do Departamento de Operação do Sistema Viário (DSV), no prédio do Detran, com a notificação, o boletim de ocorrência e os demais documentos necessários. Fui encaminhada ao Setor de Pontuação para verificar se havia registro em meu prontuário. O funcionário disse para eu esquecer o caso se não houvesse pontos. Em 22/10, recebi a Notificação de Penalidade de Multa e, no dia seguinte, enderecei ao diretor do DSV recurso contestando-a. Até o dia 10/11 não recebi correspondência do correio sobre o julgamento. Como o vencimento da multa é em 17/11, peço que a Coluna interceda para que, se for o caso, eu tenha direito de interpor recurso no prazo legal.TELMA ANDRADE CALDEIRASão PauloA CET esclarece que ainda não há resultado de julgamento do recurso encaminhado. As informações podem ser acessadas pelo site www.cetsp.com.br. A análise de cada processo é feita seguindo a ordem de chegada à Junta Administrativa para Recursos de Infração do DSV, não havendo possibilidade de antecipação de julgamento de nenhum recurso em detrimento de outro. O prazo de análise, de cerca de 30 dias, depende do número de processos e de eventuais diligências para esclarecimento dos fatos. ADELE CLAUDIA NABHAN, do Departamento da Imprensa da CET - Gerência de Marketing e Comunicação Desça e retorne!Nos últimos 50 anos, o ponto do ônibus elétrico permaneceu na Praça Vilaboim. Repentinamente, e sem nenhum aviso ou justificativa, foi deslocado 400 metros rua abaixo, com prejuízos aos idosos que agora têm de subir a ladeira para chegar à referida praça. Gostaria de saber se a alteração foi feita por causa de solicitação dos bares e restaurantes que têm suas fachadas momentaneamente obstruídas pelo ônibus ou foi para atender ao pedido de instituição de ensino localizada nas proximidades.FREDERICO FONTOURA LEINZSão PauloA SPTrans informa que a mudança da parada da Linha 408A Cardoso de Almeida - Machado de Assis ocorreu em 6/6 para equilibrar a distância entre as paradas e pelo fato de a Praça Vilaboim ser um local constante de carga e descarga, o que forçava os coletivos da linha a pararem para embarque e desembarque praticamente no meio da rua. A parada que ficava ali foi remanejada para a lateral do Parque Buenos Aires (na Rua Piauí). Os passageiros não precisam subir os 210 metros que separam a Rua Armando Penteado até a praça, basta que desembarquem no ponto que foi instalado na Rua Piauí e retornem (distância de 140 metros) ao local da antiga parada.O leitor comenta: Coincidentemente ou não, depois de entrar em contato com a Coluna, o ponto da Linha 408A voltou para a Praça Vilaboim, apesar de não ter nada que assinale que o local seja um ponto de ônibus. O ponto da Rua Piauí foi desativado. As cartas devem ser enviadas para spreclama.estado@grupoestado.com.br, pelo fax 3856-2940 ou para Av. Engenheiro Caetano Álvares, 55, 6.º andar, CEP 02598-900, com nome, endereço, RG e telefone, e podem ser resumidas. Cartas sem esses dados serão desconsideradas. Respostas não publicadas são enviadas diretamente aos leitores.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.