Vazamento de gás evacua e fecha shopping em Curitiba por 5 horas

Saída de gás foi detectada em cano não utilizado e vazão só foi controlada 3 horas depois da detecção

Evandro Fadel, O Estado de S.Paulo

24 Outubro 2011 | 19h20

CURITIBA - O Shopping Água Verde, no Bairro Água Verde, em Curitiba, ficou sem poder atender ao público entre 9 e 14 horas de ontem (24), em razão do vazamento de gás de uma tubulação. Nesse período, os funcionários do empreendimento e a maioria dos moradores de um dos edifícios que fica sobre o shopping permaneceram na rua.

O trânsito de automóveis foi interrompido até por volta do meio-dia para permitir a movimentação de veículos do Corpo de Bombeiros. Apenas meia pista da canaleta de ônibus da Avenida República Argentina permaneceu aberta.

De acordo com os bombeiros, o problema foi observado por funcionários das lojas que sentiram o cheiro forte do gás liquefeito de petróleo (GLP). Imediatamente o Corpo de Bombeiros foi chamado para isolar o local e evitar que houvesse algum princípio de incêndio ou explosão.

A empresa responsável pelo fornecimento do gás foi chamada e o vazamento detectado em uma tubulação que não vinha sendo utilizada. Antes, essa tubulação atendia um empreendimento comercial que foi fechado. Por volta do meio-dia, o vazamento foi controlado e funcionários entraram para abrir as janelas e permitir que o gás fosse expulso do interior do shopping, que tem 70 lojas.

Mais conteúdo sobre:
shopping vazamento gás Curitiba PR

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.