Vazamento de gás provoca explosão em prédio em Curitiba

Um vazamento de gás na tubulação de distribuição de um prédio de sete andares, por volta das 6 horas da manhã de domingo, 23, no bairro Água Verde, em Curitiba, provocou uma explosão. Algumas paredes internas nos três primeiros andares foram destruídas, mas ninguém ficou ferido. A estrutura do prédio não foi prejudicada e os moradores não precisaram abandonar a edificação.De acordo com o tenente André Torres, do Corpo de Bombeiros, o prédio possui uma central de gás e todos os apartamentos são ligados a ela. "Vai pela tubulação, que corre dentro de uma coluna oca", disse. O tempo de vazamento também não foi identificado, mas os moradores disseram que vinham sentindo cheiro há pelo menos três dias.Como o gás é mais pesado que o ar, foi se acumulando próximo aos andares mais baixos. "Alguém, ao acender a luz ou ligar o fogão, provocou um ponto de ignição e, como o gás estava acumulado, houve a explosão", afirmou o tenente. Técnicos da Comissão de Segurança de Edificação (COSEDI) da Prefeitura de Curitiba fizeram uma vistoria e descartaram a possibilidade de desabamento do edifício, em função de as estruturas não terem sido abaladas. Por isso, os moradores poderão continuar no prédio. Deverá ser feita uma adaptação às normas de segurança, com a construção de um duto de gás independente do que conduz as tubulações de água e esgoto.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.