Vazamento deixa milhares sem água em Carapicuíba

Uma adutora se rompeu durante a madrugada desta sexta-feira, 27, na Estrada do Pequeá, esquina com a Rua Manoel Dias Cavalheiro, em Carapicuíba, região metropolitana de São Paulo. De acordo com a assessoria de imprensa da Sabesp, cerca de 172 mil pessoas devem ficar sem água em razão do acidente. Por causa da avaria, a Sabesp informou que diversos bairros foram atingidos e pediu à população para evitar o desperdício. Os casos de emergência estavam sendo atendidos pelo telefone 195. A lista completa das áreas afetadas: Águas da Fazendinha Aldeia Altos do Santa Lúcia Chácara Adriana Aparecida Chácara Ana Stella Chácara das Candeias Chácara das Flores Chácara das Paineiras Chácara de la Rocca Chácara do Refúgio Chácara das Junqueiras Chácara dos Lagos Chácara do Refúgio Chácara dos Junqueiras Chácara dos Lagos Chácara dos Pássaros Chácara Granja Velha Chácara Noel Antonio Chácara São João Chácara Santa Lúcia Chácara Vale do Rio Cotia Condomínio Village da Floresta Granja do Lago Granja Santa Maria Jardim Alvorada Jardim Ampermag Jardim Ana Stella Jardim Angélica Jardim Bom Pastor Jardim Colonial Jardim das Pedras Jardim dos Manacás Jardim Edi Jardim Elzinha Jardim Guapiúva Jardim Helena Jardim Itália Jardim Laura (parte) Jardim Leonor Jardim Leopoldina Jardim Lice Jardim Maria Beatriz Jardim Marilu Jardim Mesquita Jardim Nova Fazendinha Jardim Novo Horizonte Jardim Planalto Jardim Popular Jardim Santa Brígida Jardim Tonato Palos Verdes Portal da Fazendinha Parque da Figueira Parque Flórida Parque Ideal Parque Jandaia Parque Primavera Parque Roseira Parque Santa Tereza Recantinho Recanto Impala Recanto Verde Terras do Madeira Vila Amaro Vila Cristina Vila Dirce Vila Diva Vila dos Andrades Vila Gobbi Vila Guarani (parte) Vila Larejo Vila Nova Carapicuíba Vila Quintino Vila Santa Catarina Vila Tereza Vila Veloso (parte) Jardim Planalto Jardim Ana Estela Fazendinha

Agencia Estado,

27 Abril 2007 | 17h51

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.