Veículo da Vasp é assaltado e PM recupera parte do dinheiro

Quatro marginais assaltaram, na noite de sexta-feira, um veículo Gol pertencente à Vasp, que trafegava pela Av. Monteiro Lobato, em Cumbica. Levaram um envelope contendo R$ 22 mil. Cerca de 20 minutos depois, três deles foram presos pelos PMs da guarnição M-31375, numa travessa da mesma avenida, no Parque Cecap. Com eles foram encontrados apenas R$ 6.490. Para a polícia o restante do dinheiro está em posse do quarto integrante do bando, mas os bandidos capturados negam.O envelope roubado estava sendo transportados pelos funcionários da Vasp: Manoel Medeiros de Oliveira, de 38 anos, que dirigia o Gol, em companhia das irmãs Gilmara Alves de Oliveira, de 18, e Josilei Alves de Oliveira, de 21. Segundo as vítimas, os quatro assaltantes estariam armados e fugiram no veículo Escort azul GNP-3493.O cabo Olímpio e os soldados Sanderlei e Cavalieri capturaram os três marginais na Av. Odair Santanelli, próximo à Monteiro Lobato. Com eles foram encontrados dois revólveres de calibre 38 e o dinheiro.Levados ao 7º DP de Guarulhos, Wagner Pereira da Silva Lopes, de 27 anos, Márcio de Souza Ferreira, de 18, e Gualtiere Santos Soares, de 28, afirmaram que só eles praticaram o assalto e que aquela foi toda a quantia roubada. No interrogatório, disseram que a idéia do roubo foi do dono do Escort, que conhecem por "Baixinho", mas que ele não os acompanhou. O homem teria revelado que naquele tipo de carro eram transportados diariamente de R$ 20 mil a R$ 30 mil. Não se sabe, porem, se ele é funcionário da Vasp ou se obteve essa informação através de alguém que trabalhe na empresa.Para os PMs, os comparsas não admitiram que ele estava com o bando, na hora do roubo, para que possa se apresentar numa delegacia afirmando terem roubado seu veículo. O fato de revelarem, porém, que a idéia foi dele, já torna possível seu indiciamento pela coautoria. Resta agora à polícia submetê-lo a reconhecimento por parte das vítimas.

Agencia Estado,

23 de agosto de 2003 | 08h08

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.