Veja a cronologia da caçada a Elias Maluco

A prisão do traficante Elias Maluco na manhã desta quinta-feira em um barraco no Complexo do Alemão colocou fim a mais de três meses de busca. Veja a cronologia do caso:2 de junho - O jornalista Tim Lopes desaparece na Vila Cruzeiro, na Penha, zona norte do Rio. Ele estava preparando uma reportagem sobre um baile funk da favela, onde estaria ocorrendo venda de drogas e sexo explícito com menores de idade.9 de junho - Dois criminosos da quadrilha de Elias Maluco presos naquele dia contam como foi o crime. Segundo eles, ojornalista foi capturado e levado para o alto da favela da Grota, vizinha da Vila Cruzeiro. Lá, ele foi torturado e executado pelostraficantes.12 de junho - A polícia encontra um cemitério clandestino no alto da favela da Grota. De lá, foram retiradas dezenas departes de ossos. Também foram encontrados partes de uma microcâmera e fragmentos de ossos que seriam do jornalista. 5 de julho - Mais de um mês depois da morte, a polícia confirma oficialmente a morte de Tim Lopes. Um exame de DNAmostrou que era do jornalista um pedaço de costela encontrado no cemitério da favela da Grota. Tim é enterrado no diaseguinte.7 de agosto - A polícia indicia nove homens pelos crimes de homicídio, ocultação de cadáver e formação de quadrilha. Oslíderes são Elias Pereira da Silva, o Elias Maluco, André da Cruz Barbosa, o André Capeta, Maurício de Lima Matias, oBoizinho, e Renato Souza de Paulo, o Ratinho. 8 de Agosto - Acusado de liderar a morte de Tim Lopes, Maurício de Lima Matias, o Boizinho, é morto durante confrontocom policiais civis em uma das saídas da favela de Vigário Geral, na zona norte do Rio.13 de agosto - O traficante André da Cruz Barbosa, o André Capeta, um dos indiciados pela morte de Tim Lopes, é mortocom um tiro na cabeça na favela Vila Cruzeiro. As circunstâncias da morte não foram esclarecidas.27 de agosto - Renato Souza de Paula, o Ratinho, é preso em uma das favelas do Complexo do Alemão, quando assistiaum filme pornográfico com a namorada e uma amiga dela. 19 de setembro - Três meses e 17 dias depois do desaparecimento, Elias Maluco é preso às 8h45 em uma das favelas do Complexo do Alemão. Ele é encontrado na casa de um casal de idosos. Desarmado, ele não reage à prisão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.