Estadão
Estadão

Veja linha do tempo das execuções de brasileiros na Indonésia

Em janeiro, o carioca Marco Archer foi fuzilado, apesar dos pedidos de clemência; morte de Rodrigo Gularte está prevista para esta terça

O Estado de S. Paulo

28 de abril de 2015 | 11h12

Agosto/2003 - O carioca Marco Archer Cardoso Moreira é preso no aeroporto de Jacarta, na Indonésia, com 13,4 quilos de cocaína escondidos em um equipamento de asa delta.

Junho/2004 - Marco Archer é condenado à morte pela Justiça da Indonésia e passa a aguardar o cumprimento da sentença em uma cela. Antes, ele havia conseguido fugir do aeroporto, mas foi pego na Ilha de Sunbawa. 


Agosto/2004 - O paranaense Rodrigo Muxfeldt Gularte também é preso na Indonésia, com seis quilos de cocaína escondidos em pranchas de surfe. Ele isentou a culpa de dois amigos que o acompanhavam na viagem.  

Fevereiro/2005 - Rodrigo Gularte é condenado à morte, em primeira instância, por tráfico de drogas.

Março/2005 - O presidente Luiz Inácio Lula da Silva faz o primeiro pedido de clemência em favor dos brasileiros presos na Indonésia.

Fevereiro/2006 - O presidente da Indonésia, Susilo Bambang Yudhoyono, rejeita o pedido de clemência em favor dos brasileiros.

Outubro/2014 - Joko Widodo toma posse como presidente da Indonésia, prometendo mais rigor e punição contra o tráfico de drogas.

Janeiro/2015 - Indonésia marca execução do brasileiro Marco Archer e de outros cinco presos. A presidente Dilma Rousseff enviou cartas e telefonou para o presidente Joko Widodo, pedindo reversão de pena. A clemência foi negada pelo governo indonésio. O Planalto também não obteve resposta aos apelos feitos ao embaixador da Indonésia no Brasil, Toto Ryanto.

Janeiro/2015 - O Ministério das Relações Exteriores divulga que 3.209 brasileiros estão presos no exterior, cerca de 30% por tráfico ou porte de drogas. Entre eles, Marco Archer e Rodrigo Gularte, condenados à morte.  

17 de Janeiro/2015 - Aos 53 anos, Marco Archer é o primeiro brasileiro executado no exterior por pena de morte. Ele foi fuzilado às 15h31, horário de Brasília, na Indonésia. 

Fevereiro/2015 - O governo brasileiro entrega carta com novo apelo. O pedido foi acompanhado por um atestado médico comprovando que Gularte sofre de esquizofrenia e precisaria ser internado.

21 de Fevereiro/2015 - A presidente Dilma Rousseff decide não receber as credencias do embaixador da Indonésia no Brasil, Toto Riyanto, dando início a uma crise diplomática com o país asiático. Em nota, o governo da Indonésia considerou "inaceitável" a forma como seu embaixador foi tratado. 


Março/2015 - Países se enfrentam nas Nações Unidas (ONU), em Genebra, sobre a pena de morte aplicada contra traficantes de drogas na Indonésia. O Brasil defende uma moratória mundial à pena de morte, com apoio da Europa, América Latina e Austrália. Já a Indonésia rejeita qualquer ingerência em seu sistema legal e tem apoio de 24 países, como Cingapura e Arábia Saudita.

23 de Abril/2015 - A Procuradoria da Indonésia anuncia que deu ordem para preparar execuções de dez condenados por narcotráfico, entre eles Rodrigo Gularte, de 42 anos.  

25 de Abril/2015 - Rodrigo Gularte é executado por fuzilamento nesta terça-feira, 28.

Tudo o que sabemos sobre:
IndonésiaMarco ArcherRodrigo Gularte

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.