Venda pode gerar R$ 12 bilhões no mercado paulistano

Barra funda; Lapa; imóveis; mercado imobiliário; Operação Urbana Água Branca

Adriana Ferraz, Diego Zanchetta e Rodrigo Brancatelli, O Estado de S. Paulo

15 Abril 2012 | 22h00

O volume de novos títulos para a zona oeste pode movimentar pelo menos R$ 12 bilhões no mercado imobiliário paulistano, se for considerado o valor médio do metro quadrado hoje nos bairros da Lapa (R$ 7.012) e da Barra Funda (R$ 6.540).

Pela regra da revisão da Operação Urbana Água Branca, pelo menos 5% desse montante movimentado deverá ser revertido em melhorias para a população. Mas não foi isso o que aconteceu em 17 anos de operação. Os R$ 100 milhões arrecadados com os 19 empreendimentos que já construíram acima do permitido na região serão aplicados em uma obra antienchente sem data para sair do papel.

A Prefeitura diz que prioriza as obras de drenagem dos Córregos Água Preta e Sumaré – ambas estão em fase final de licitação. A gestão ainda afirma que vai criar áreas verdes associadas a um sistema de drenagem.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.