Vendaval danifica 500 casas e deixa moradores sem energia em Canela-RS

Em Gramado, o mau tempo derrubou árvores e destelhou casas. Apesar disso, a Defesa Civil não registrou graves ocorrências na cidade

Priscila Trindade, do estadão.com.br

22 de julho de 2010 | 18h52

 

Relatório da Defesa Civil do Rio Grande do Sul divulgado na noite desta quinta-feira, 22, aponta que os ventos de 124 km/h que atingiram a cidade de Canela, na noite de quarta-feira, 21, danificaram ao menos 407 imóveis e destruíram outras 81 casas.

 

Veja também:

mais imagens Galeria de fotos das cidades atingidas

 

Segundo o órgão, 180 pessoas estão desalojadas e 11 estão desabrigadas. Outros 11 moradores tiveram ferimentos sem gravidade após a passagem do vendaval com características de tornado que durou cerca de 40 segundos. Os feridos foram atendidos no Hospital de Caridade de Canela e, em seguida, liberados.

O vendaval atingiu sete bairros do município: São José, Quinta da Serra, Santa Terezinha, Vila Maggi, Vila do Cedro, Santa Marta e Leodoro de Azevedo. Nesses locais, mais de 250 árvores de grande porte arrancadas pelo temporal.

 

Em Gramado, o mau tempo derrubou árvores e destelhou casas. Apesar disso, a Defesa Civil Estadual não registrou graves ocorrências na cidade. Os estragos nos dois municípios ainda estão sendo contabilizados.

 

Até às 18 horas desta quinta-feira , 22, mil clientes da Rio Grande Energia (RGE) estavam sem energia elétrica em Canela. Não ha previsão para o restabelecimento do serviço. No início da tarde, a energia para os 130 consumidores afetados pelo mau tempo em Gramado já havia sido normalizada, segundo informou a concessionária.

 

Os municípios de Ibiaçá, Imigrante e Nonoai também foram afetados por fortes chuvas, enxurradas e vendavais na noite de ontem. Em cada cidade, houve o registro de pelo menos 20 construções danificadas. Não há informação sobre feridos.

 

A Defesa Civil Estadual informou que um comitê de gerenciamento da crise foi formado hoje para prestar atendimento de urgência às vítimas. O grupo é composto por integrantes da Defesa, Executivo Municipal e Corpo de Bombeiros.

 

Texto atualizado às 19h30.

 

Tudo o que sabemos sobre:
Rio Grande do SulvendavalCanela

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.