Vendaval deixa estragos em Franca

A cidade de Franca, na região de Ribeirão Preto, foi atingida por um vendaval na noite de sábado, 2, com ventos de mais de 80 km/h. A ventania causou vários estragos, principalmente derrubando algumas árvores e destelhando uma casa, mas não deixou feridos. Alguns bairros ficaram, durante algumas horas, sem energia elétrica.Segundo o Corpo de Bombeiros, os casos mais graves foram as quedas de árvores e o destelhamento, mas nada que fugisse da rotina de trabalho nesse tipo de incidente. Devido às chuvas que ocorreram entre sexta-feira, 1º, e sábado, 2, a obra de alargamento do canal, na confluência dos córregos dos Bagres e Cubatão, foi interrompida no sábado, 2, e no domingo, 3. "Deixamos de trabalhar e voltamos hoje ao normal", disse o encarregado da obra, Ronílson Oliveira Souza, mestre de obras da FFC Engenharia, empresa responsável pela obra, que está na metade. Souza acredita que os dois dias parados não irão atrapalhar o prazo da conclusão do serviço, que foi estipulado em 90 dias. "Acredito que não teremos atraso."As cidades da região mais atingidas por vendavais, na madrugada de sábado, 2, foram Ribeirão Preto (ventos de até 74 km/h) e Pitangueiras (20 árvores caíram e uma família ficou desabrigada, além de 15 casas parcialmente destelhadas). Os estragos foram apenas materiais. Vários cidades ficaram parcialmente sem energia elétrica, mas a CPFL conseguiu fazer os reparos com rapidez para normalizar o fornecimento.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.