Vendedora é morta por ex-namorado dentro de shopping em SP

Uma funcionária da rede C&A foi morta a tiros na noite desta segunda-feira pelo seu ex-namorado, no interior da loja onde trabalhava, no Shopping Center Norte, em São Paulo. Igor Aparecido Castilho, de 23 anos, atirou quatro vezes em Camila Pallini de Cassela Duarte, de 22 anos. Em seguida, o universítário disparou com o revóver calibre 38 contra a própria cabeça. Ela morreu no local e ele encontra-se em estado grave no Hospital do Mandaqui.Camila trabalhava na loja como assessora de clientes. Segundo colegas de trabalho da moça, o ex-namorado estava enciumado por causa do novo relacionamento de Camila e pretendia também matar o atual namorado, que trabalha na mesma loja. O rapaz, porém, está de férias. "Lamentamos o ocorrido, vamos dar assistência à família, mas é preciso ressaltar que é um fato isolado", disse a gerente jurídica da C&A, Lívia Azevedo. Segundo ela, a loja abre normalmente nesta terça-feira. Lívia afirmou que não há detectores de metais nas portas da loja e os seguranças não andam armados. Um funcionário do shopping, vendedor de uma loja próxima, disse que ouviu seis tiros. "Houve pânico, as pessoas se empurravam e gritavam, alguns até se jogaram no chão para escapar dos tiros."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.