Ventania foi prevista 48h antes

As rajadas de vento de até 80km/h que atingiram São Paulo foram previstas com 48 horas de antecedência pelo Centro de Previsão do Tempo e Estudos Climáticos (Cptec) do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe). O aviso foi encaminhado à Secretaria Nacional de Defesa Civil, responsável pelos alertas de mudanças de tempo enviados para todos os Estados, segundo informa o meteorologista Gustavo Escobar.''O tempo severo, como chamamos o vento forte acompanhado de queda de granizo, que ocorreu na capital e em cidades como Campinas, Franca e São José dos Campos (no interior paulista), não tem nada de anômalo. É perfeitamente normal na mudança de estação - da primavera para o verão - e no início do outono. É tão normal que pode ser previsto com antecedência", explicou o meteorologista.Segundo ele, fenômenos desse tipo são de curta duração, mas provocam grande impacto. Essas rajadas ocorrem quando há forte instabilidade atmosférica, com a formação de nuvens pesadas, as cúmulos-nimbos, em que os ventos se movimentam no sentido vertical. FRASESAndré GrazianoCoordenador das Áreas Verdes da Secretaria das Subprefeituras"Até este ano, tinha dado excelentes resultados a poda preventiva. Agora, todos os números ficaram embaralhados. Os temporais acabaram com a logística de prevenção"Nivaldo PradoSupervisor de Áreas Verdes da Sub de Santo Amaro''Muitas dessas árvores estavam sadias, mas o vento foi muito forte''

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.