Ventos deixam várias cidades do interior paulista sem energia

A chuva e o forte vento deixaram várias cidades do interior paulista sem luz na madrugada de hoje. Segundo a Companhia Paulista de Força e Luz (CPFL), faltou energia nas regiões Sudeste e Noroeste do Estado. Nas duas regiões, 307 técnicos trabalharam a madrugada toda para restabelecer o mais rápido possível o fornecimento de energia, informou a empresa. O mau tempo não chegou a atrapalhar as programações de 7 de setembro nas cidades.De acordo com a empresa, as regiões mais atingidas pela forte chuva na área atendida pela concessionária de energia foram Campinas, Itatiba, Piracicaba, Americana, São Pedro, Águas de São Pedro, Amparo, todas na região Sudeste, e Bauru, Botucatu, Lençóis Paulista, Marília, Pompéia, Garça, Itatinga, Pardinho e Bofete, no Noroete.Em Campinas, ventos de mais de 120 quilômetros por hora provocaram estragos. A Defesa Civil registrou 18 casos de quedas de árvores. Segundo a Secretaria de Transportes, as chuvas fortes causaram três acidentes de automóveis e uma pessoa ficou levemente ferida.O abastecimento de energia foi interrompido pouco depois das 1h30 e foi regularizado somente às 8 horas. A CPFL informou que grande parte das interrupções já estava normalizada.Segundo o coordenador regional da Defesa Civil, Sidnei Furtado Fernandes, casas foram destelhadas em Serra Negra. Fernandes disse que o teto do ginásio de esportes da escola Cesário Borges, no centro de Iracemápolis, desabou, mas não houve feridos. Fernandes disse que o temporal ocorreu em um período atípico. ?Não estava dentro do previsto. Historicamente, ainda estaríamos em estiagem?, disse. Segundo o coordenador regional, as tempestades de verão, com chuvas e ventos fortes, geralmente ocorrem a partir de 15 de setembro. Em Sorocaba, o temporal destruiu casas e estabelecimentos comerciais e deixou pelo menos duas pessoas feridas. As rajadas de vento, acompanhadas de chuva e raios, derrubaram mais de 50 árvores em toda a área urbana. As redes elétricas foram atingidas e grande parte da cidade ficou sem energia. Os danos afetaram o sistema elétrico da região. Outros 21 municípios ficaram sem energia. Vários deles continuavam sem o fornecimento de eletricidade na manhã .O temporal atingiu com mais força as regiões norte e oeste de Sorocaba. Pelo menos cinco postos de abastecimento tiveram a cobertura metálica arrancada. Depósitos e galpões industrias também foram destelhados. Os destroços atingiram dezenas de veículos. O Corpo de Bombeiros, que recebeu mais de 100 pedidos de ajuda, registrou destelhamentos e desabamentos parciais de residências nos bairros Júlio de Mesquita, Vila Barão, Jardim Maria Eugênia, Vila Leão, Parque Manchester e Vila Carol.No Jardim Humberto de Campos, a queda de uma árvore sobre um automóvel deixou duas pessoas feridas. As vítimas foram levadas para o Pronto-Socorro do Hospital Regional. A prefeitura e a Defesa Civil trabalharam no atendimento às famílias atingidas.O temporal derrubou árvores e postes também nos municípios de Pilar do Sul, Araçoiaba da Serra e Iperó. A queda de eucaliptos sobre a pista interditou por mais de duas horas da Rodovia Laurindo Dias Minhoto (SP-141), no trecho que liga Capela do Alto a Tatuí.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.