Ventos e granizo causam prejuízos no interior do Paraná

Ventos fortes e granizo deixaram muita destruição, na madrugada de hoje, em alguns municípios da região oeste doParaná. O mais atingido foi Cafelândia, a cerca de 500 quilômetros de Curitiba.De acordo com a prefeitura, aproximadamente 80% das residências foram danificadas, a maioria descoberta pelos ventos de cerca de 90 quilômetros por hora, seguido de uma chuva de granizo. Algumas pessoas ficaram feridas levemente. O prefeito Romano Czerniej deve decretar estado de calamidade pública. Em Toledo, a 550 quilômetros de Curitiba, o vento atingiu sobretudo a área rural. Até a tarde, a prefeitura ainda não tinha um levantamento, pois os funcionários que tinham se deslocado para as localidades atingidas não haviam retornado. Quatro torres da Eletrosul, que conduzem energia para o Mato Grosso do Sul, foram derrubadas, mas não houve prejuízo de abastecimento para o Estado, visto que o operador nacional acionou outras alternativas. Uma equipe com cerca de 60 pessoas devem levar até seis dias para colocarem as torres em pé novamente.

Agencia Estado,

12 de maio de 2004 | 17h16

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.