Ventos fortes destelham mais de mil casas no Paraná

Ventos fortes e chuvas deixaram muito estrago na noite de ontem, sobretudo nas regiões oeste, sudoeste e central do Paraná. Mais de mil casas ficaram destelhadas. A Defesa Civil não recebeu nenhum comunicado sobre desabrigados ou feridos. Na região sudoeste, muitas casas ainda tinham problemas com energia elétrica na manhã de hoje, em razão de galhos de árvores que caíram sobre a fiação. Guarapuava, na região central, não teve muito a comemorar hoje, feriado municipal em razão do aniversário da cidade. Cerca de 500 casas ficaram destelhadas e até um pinheiro de 20 metros de altura foi derrubado. O município de Itaipulândia, no oeste, teve 650 casas destelhadas. Em Foz do Iguaçu, o vendaval durou cerca de cinco minutos, com ventos próximos de 100 quilômetros por hora. Parte da cobertura do fórum foi arrancada e caiu sobre a fiação. 80% da cidade ficaram sem energia elétrica por aproximadamente duas horas. Na região norte do Estado, o prejuízo foi menor, com um destelhamento registrado em Londrina e 12 quedas de árvore em Maringá. De acordo com a Defesa Civil, o vento mais forte começou por volta das 19 horas e foi se estendendo por várias regiões até por volta das 23 horas. Hoje o dia foi bom em praticamente todo o Estado, o que ajudou na recuperação dos estragos. O atendimento da Defesa Civil foi rápido, em razão de que esses vendavais são comuns nesta época do ano e as equipes já estão de prontidão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.