Verão começa neste sábado. Desta vez, mais quente

O verão começa neste sábado, exatamente às 23h12, com promessa de mais chuva no Sul e estiagem no Nordeste. "Isso deve ocorrer por influência do fenômeno El Niño, que aquece as águas do Pacífico", explica a meteorologista do 7.º Distrito do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) Micheline Coelho. Segundo a especialista, como as frentes frias devem estar mais paradas no Sul, as temperaturas devem ser mais altas que a média na região Sudeste, entre janeiro e março. "Na cidade de São Paulo, as máximas costumam ser de 26,6 graus, em média, no mês de dezembro, de 27,6 graus em janeiro, de 27,9 graus em fevereiro e de 27,1 graus em março. Não são tão quentes quanto as de outubro, quando, no dia 26, foram registrados 35,7 graus, o recorde do mês desde que a medição começou a ser feita, em 1943." De acordo com Micheline, as chuvas devem ficar dentro do normal no Estado de São Paulo. "O diferente é a grande variação. Pode chover muito por um período, ou num dia só, e nada em outros." É isso que pode causar enchentes em cidades como São Paulo. O pesquisador do Centro de Previsão do Tempo e Estudos Climáticos do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) Marcelo Seluchi confirma que as chuvas devem estar irregularmente distribuídas no País. "É difícil precisar, mas a temperatura deve ficar entre 1 grau e 3 graus acima do normal, dependendo da região." Segundo o pesquisador, dezembro já está mostrando as tendências dos outros meses. "Já choveu acima do normal no Sul e o Nordeste registrou cenário de seca." Mas a característica deve ser a concentração das precipitações em alguns períodos curtos, de forma localizada. "Veja o que houve em Angra dos Reis." Conforme Seluchi, Ubatuba vai ser a primeira do País a entrar na estação pela sua localização: é cortada pelo Trópico de Capricórnio. "Ele cruza o município entre as Praias do Tenório e Grande (de Ubatuba)." A prefeitura local já anunciou o privilégio e programou uma série de eventos para receber o verão. O ponto principal ocorre às 11h58 do domingo, quando o sol estará no mais alto ponto no céu - o solstício de verão. É quando objetos verticais expostos ao sol ficam exatamente sobre sua sombra, dando a impressão de que ela não existe.

Agencia Estado,

21 de dezembro de 2002 | 06h33

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.