Verão exige cuidados extras com as crianças

Desidratação e enterovirose são comuns nessa época do ano

Redação,

12 de janeiro de 2009 | 12h13

Com a chegada do verão os pais devem ter cuidados extras com os filhos. O aleitamento materno até o 6º mês e a ingestão de líquidos a partir daí são importantíssimos para não desidratar o bebê ou as crianças.  Algumas doenças atingem as crianças com maior freqüência no verão como: a intoxicação (principalmente por alimentos), problemas respiratórios e a enterovirose – que pode causar febre, diarréia e dores de cabeça.   A alimentação deve ser bem acondicionada para evitar o contato com possíveis bactérias, principalmente quando se está na praia. O excesso de exposição ao sol também deve ser evitado. As crianças não devem ficar no sol sem um protetor. O melhor horário é na parte da manhã até às 10h e a tarde após as 16h, para evitar o contato dos raios UVA e UVB que são nocivos à pele de pessoas de todas as idades, principalmente das crianças e dos bebês.   Praia   Os pais devem se preocupar com os filhos na praia, para que não se percam. Uma pulseira de identificação, com o nome da criança, dos pais e o número de telefone, é recomendada. Cuidados na água também são importantes, para evitar acidentes como afogamento.

Tudo o que sabemos sobre:
Verão2009Verão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.