Verba de gabinete tem um reajuste de 5,9%

Um reajuste de 5,9% aplicado aos cerca de 2 mil servidores da Câmara Municipal e sancionado pelo prefeito Gilberto Kassab foi estendido ao valor destinado à verba de gabinete dos 55 vereadores. A extensão foi ratificada por meio de um ato da Mesa Diretora, publicado no Diário Oficial da Cidade de sábado. Agora, cada vereador terá verba mensal de R$ 75,9 mil, ante os R$ 71 mil anteriores. Com o dinheiro, o parlamentar tem de remunerar os 18 funcionários de gabinete. Esses servidores recebem um salário-base - na casa dos R$ 1 mil, exceto o chefe de gabinete - mais gratificação concedida de acordo com a vontade do parlamentar. Cada vereador também tem direito a até R$ 14.800 mensais para gastar com despesas referentes a correios, publicações na internet e telefones. Procurado no início da noite de ontem, o presidente da Câmara Municipal, Antonio Carlos Rodrigues (PR), não foi localizado. O último reajuste na verba de gabinete ocorreu em abril de 2005.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.