Vereador de Boituva (SP) mata colega de genro e foge

O vereador Pedro Fernandes de Souza, do PMDB, conhecido como "Pedrinho Mecânico", um dos parlamentares mais votados na última eleição pelos moradores da cidade de Boituva, região de Sorocaba, no interior do Estado de São Paulo, está sendo procurado pela polícia. Ele é acusado de matar, a tiros, no final da noite de ontem, Sandro Nunes da Silva, de 27 anos. O crime ocorreu em frente à casa do parlamentar, localizada na Avenida Pereira Inácio, no Jardim Bela Vista, durante uma discussão.Sandro estava acompanhado do amigo, Rogério Fernandes, de 25 anos, que é genro do parlamentar. De acordo com o plantão da Delegacia de Boituva, em depoimento Rogério afirmou que havia discutido com seu sogro em frente à casa do vereador; foi embora e depois voltou com o colega, que já tinha passagem pela polícia, para continuar a discussão. No momento em que Pedro e Sandro discutiam, o vereador sacou um revólver e atirou, fugindo em seguida.Sandro ainda foi levado para o Pronto-Socorro do Hospital São Luiz, onde acabou morrendo. A discussão inicial entre o vereador e o genro dele teve motivos pessoais segundo a polícia. O que foi dito é que a filha de Fernandes, casada com Rogério, deu à luz a um filho nesta terça-feira e que Rogério, que não falava com o sogro há alguns meses, foi até a casa do vereador para dar a notícia sobre o nascimento do neto. O vereador está foragido.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.