Vereador é assassinado na Baixada Fluminense

O vereador Carlos Alberto do Carmo Souto, do Partido Social Cristão (PSC), foi assassinado a tiros na noite de sexta-feira, no bairro de Fragoso, distrito de Piabetá, na cidade de Magé, Baixada Fluminense. Segundo informações da Polícia Militar, o vereador, conhecido como "Chuveirinho", foi baleado por dois homens que estavam numa motocicleta enquanto conversava com amigos num bar. Os criminosos entraram no local e fizeram vários disparos, fugindo logo em seguida.O vereador chegou a ser socorrido por freqüentadores do bar e foi levado para um posto médico nas proximidades, mas não resistiu aos ferimentos. A polícia está investigando o caso e não descarta a hipótese de crime político. O enterro estava programado para às 17 horas de sexta, no cemitério Raiz da Serra, no bairro de Fragoso. "Chuveirinho" foi o sexto vereador mais votado de Magé nas eleições de 2004, com 1909 votos. "Ele sempre teve uma atuação muito leal com os companheiros. Sempre foi muito próximo do partido, que está hoje num clima de indignação muito grande", afirmou o presidente do PSC do Rio, Ronald Abrahão Ázaro, que disse não ter conhecimento se o vereador havia recebido ameaça de morte. Ázaro conta que entrou em contato com a Secretaria de Segurança Pública, que ainda não tem maiores detalhes do crime, para pedir um acompanhamento especial do caso."O vereador sempre fica muito próximo do eleitorado e recebe uma cobrança maior. Existe uma preocupação muito grande com essa proximidade, principalmente em Magé", afirmou Ázaro, lembrando que outro vereador do PSC já havia sido assassinado em Magé.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.