Vereadora Carminha Jerominho é cassada

A Justiça Eleitoral cassou o mandato da vereadora do Rio Carminha Jerominho (PT do B), por arrecadação ilegal de recursos. Ela é filha do ex-vereador Jerônimo Guimarães, o Jerominho, e sobrinha do ex-deputado Natalino Guimarães, ambos condenados a 10 anos de prisão por chefiarem milícias na zona oeste. O juiz Eduardo Perez Oberg determinou o cumprimento imediato da sentença - neste caso, o recurso não suspende os efeitos da decisão. Carminha vai recorrer. Ela foi eleita em 2008 mesmo estando presa no Paraná. Segundo o Ministério Público Eleitoral, Carminha determinou aumento do preço do botijão de gás em favelas para captar recursos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.