Vereadora é assassinada com 11 tiros em emboscada na Paraíba

A vereadora e secretária de Finanças da Prefeitura de Aguiar, cidade localizada no sertão da Paraíba, Aila Maria de Lacerda dos Santos, de 37 anos, foi assassinada ontem em uma emboscada por três homens. A vereadora foi atingida por 11 tiros de pistola 765 e revólver calibre 38 no tórax e na cabeça. Dentre os acusados, está o irmão de uma juíza da cidade de Santa Rita (grande João Pessoa), José Alberto Leite Ramalho, que foi preso horas depois.A Polícia paraibana também prendeu um cabo da PM, Alexandre Magno Feliciano Oliveira, 32 anos, e Fabiano de Matos Farias, 25 anos. Em poder deles, foram encontradas as armas usadas no assassinato e um revólver calibre 32, de propriedade da vereadora. Os três confessaram o crime.A vereadora foi morta por volta das 6h30, numa estrada deserta, entre o sítio onde ela morava e a sede do município. Aila se deslocava em uma mototáxi do sítio para a cidade. A Polícia abriu inquérito para investigar os motivos do assassinato e suspeita que teve conotações políticas, pois Aila seria candidata a prefeita de Aguiar em 2004. José Alberto Leite Ramalho disse, em depoimento, que era inimigo pessoal da vereadora. Segundo ele, Aila vinha fazendo ameaças contra sua família.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.