Vereadora é presa por coagir testemunhas

A Polícia Federal prendeu na sexta-feira a presidente da Câmara de Vereadores de Angra dos Reis, Vilma dos Santos, e o advogado Marcos Ubiraci por coação de testemunhas. Em janeiro, fiscais da 147.ª Zona Eleitoral haviam fechado o gabinete da vereadora, que servia de fachada para um centro social. Um inquérito foi instaurado na delegacia da PF com base no artigo 299 do Código Eleitoral, que pune a compra e a venda do voto. Ao prestar depoimento, as testemunhas disseram sofrer ameaças de Vilma dos Santos e de seu advogado.

, O Estado de S.Paulo

10 de outubro de 2010 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.