Vereadores de Belo Horizonte reajustam seus próprios salários

A Câmara de Vereadores de Belo Horizonte decidiu bancar o reajuste salarial de 59% concedido por seus próprios membros em fevereiro último. Diante da repercussão negativa, o presidente da Casa, Betinho Duarte (sem partido), havia suspendido temporariamente o pagamento.Nesta terça-feira, ele informou que, até o fimda semana, os vereadores estarão recebendo o contracheque com o reajuste: o salário de um vereador na capital mineira saltará de R$ 4,5 mil para R$ 7,15 mil.O relator do processo aberto pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE) para julgar a legalidade do aumento, conselheiro Sylo Costa, considera o reajuste inconstitucional.Segundo ele, a vinculação do reajuste com o aumento concedido pelos deputados estaduais aos próprios vencimentos no final do ano passado é ilegal. O processo será julgado na primeira quinzena de junho.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.