Vereadores de Ourinhos desafiam TSE e elevam vagas

Vereadores de Ourinhos, interior de São Paulo, desafiaram o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e aumentaram para 17 o número de cadeiras na Câmara para a próxima legislatura. Em julho, o TSE havia reduzido o número para 11, mas uma emenda à lei orgânica, aprovada em sessão extraordinária, elevou o número de volta para 17 cadeiras. A emenda desrespeita a resolução do TSE que estabeleceu o número de vereadores de acordo com o número de habitantes.Antes da emenda, os vereadores de Ourinhos já tinham aprovado o pagamento do 13º salário para eles mesmos e ainda com os valores retroativos aos quatro anos de mandato, mas foram aconselhados pela Justiça, revogaram a resolução autorizando o benefício e devolveram o dinheiro. No entanto, um dos 17 vereadores não fez a devolução, alegando que desconhecia o conteúdo da matéria.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.