Vereadores devem aprovar legalidade de plano na terça

A gestão Gilberto Kassab (DEM) não deve enfrentar dificuldades para conseguir aprovar a legalidade da revisão do Plano Diretor na Câmara Municipal, na terça-feira. Após passar pela Comissão de Constituição e Justiça, o texto seguirá para a Comissão de Política Urbana, na qual ocorrerão as audiências públicas. Dos nove vereadores que vão dar o parecer, sete são governistas e dois de oposição. Além da revisão, o governo luta para levar a votação em plenário até o fim de abril o projeto que prevê a concessão urbanística - a Prefeitura quer transferir para a iniciativa privada o direito de desapropriar e recuperar bairros inteiros. Apesar da maioria folgada, Kassab está sob pressão de vereadores que querem cargos nas subprefeituras. Durante a semana passada, políticos reclamaram ao governo do tratamento "inflexível" de coronéis da PM lotados no comando das Subprefeituras de Pinheiros e da Mooca. Kassab não concedeu cargos de primeiro escalão aos vereadores, mas tem permitido a nomeação de assessores indicados pelos partidos da base nas 31 subprefeituras e nas secretarias.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.