Vereadores mudam relatório da CPI da Faria Lima

Após muita discussão entre os vereadores, os integrantes da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Operação Urbana Faria Lima decidiram alterar tópicos do relatório final. Foram acrescentados dois aditivos que reforçam a responsabilidade da iniciativa privada por empreendimentos irregulares e sugerem mais atenção em projetos futuros. A análise será encaminhada ao Ministério Público Estadual (MPE) e à prefeita Marta Suplicy (PT). Na síntese do relatório, preparado pelo vereador Milton Leite (PMDB), os casos identificados são tratados como "problemas construtivos de pequena monta" que "foram devidamente sanados." A conclusão do texto foi interpretada pelos vereadores como um salvo-conduto aos empresários e provocou polêmica entre os parlamentares. A CPI foi criada para investigar possíveis irregularidades nos projetos beneficiados pela operação urbana. "O texto estava light com a iniciativa privada", afirmou ontem o presidente da CPI, Paulo Frange (PTB).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.