Vereadores vão debater zoneamento de Congonhas

O acidente aéreo com o Airbus A320 da TAM, no Aeroporto de Congonhas, vai dominar as discussões no retorno ao trabalho dos vereadores paulistanos. As sessões - retomadas hoje à tarde depois do recesso parlamentar de julho - reservarão espaço para o debate da revisão do Plano Diretor, principalmente em relação às regras da Lei de Uso e Ocupação do Solo dentro do espaço de segurança aérea.O palco das discussões será a Comissão Permanente de Estudos (CPE) do Aeroporto de Congonhas, com sessão marcada para sexta-feira com representantes da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) e da Empresa Brasileira de Infra-estrutura Aeroportuária (Infraero)."Vamos ouvir os representantes das duas entidades para entender quais serão os impactos das medidas anunciadas para Congonhas, fruto da redução do tráfego aéreo no aeroporto. Na sessão da próxima semana, também marcamos com representantes das companhias aéreas", disse o vereador Rogério Farhat (PTB), presidente da comissão. Os integrantes da comissão também querem convocar membros da Prefeitura para discutir mudanças na Lei de Zoneamento específicas para o entorno do aeroporto.Até o fim do ano, os vereadores paulistanos deverão votar a revisão do Plano Diretor Estratégico e dos planos regionais das 31 subprefeituras. O projeto já deveria ter entrado na pauta de discussão, mas foi adiado a pedido do prefeito Gilberto Kassab (DEM).

Alexssander Soares e Eduardo Reina, O Estadao de S.Paulo

07 de agosto de 2001 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.