Vice-prefeito de Itu nega acusação de assassinato

O vice-prefeito de Itu, Élio Aparecido Oliveira Júnior, disse nesta segunda por telefone ao Estado que está sendo acusado injustamente pelo prefeito Herculano Júnior (PV) de participação na morte do advogado Humberto da Silva Monteiro. Ele informou que vai emitir um comunicado repudiando as acusações. "Não tenho nada a ver com essa história e estou tranqüilo." Ele disse que o prefeito está fazendo uso político do caso. O empresário afirmou que estava ausente da cidade porque tratava de negócios de suas empresas em Ribeirão Preto, Campinas e São Paulo. "Estou cuidando da negociação de jogadores." Oliveira Júnior disse que seus advogados vão analisar as declarações do prefeito e do jornalista Josué Dantas. "Eles saberão o que fazer." O delegado Nicolau Santarém informou que o nome do vice-prefeito não foi citado nos depoimentos dos acusados do crime.

Agencia Estado,

13 Fevereiro 2006 | 19h32

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.