Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Vice-presidente deixa o Hospital sírio-libanês

O vice-presidente da República, José Alencar, deixou ontem à tarde o Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, onde estava internado desde o dia 23 de novembro.

, O Estado de S.Paulo

18 de dezembro de 2010 | 00h00

De acordo com a assessoria de imprensa do hospital, Alencar foi internado com um quadro de obstrução intestinal e submetido a uma cirurgia para corrigir a obstrução no dia 27.

Por conta de uma piora em sua função renal, o vice-presidente teve de passar por sessões de hemodiálise. No dia 9 ele deixou a Unidade de Terapia Intensiva Cardiológica e passou a semana em um dos quartos do hospital.

Alencar, que luta contra um câncer no abdome desde 1997 e já passou por 16 cirurgias, tem visitado o Sírio-Libanês com certa frequência por conta do tratamento de quimioterapia ao qual tem sido submetido.

No mês passado, o vice-presidente, de 79 anos, passou por um cateterismo após sentir um mal-estar diagnosticado pelos médicos como enfarte agudo do miocárdio. No dia 5 , ainda na Unidade de Terapia Intensiva do hospital, Alencar ficou angustiado por não ter ido à inauguração de uma escola em Muriaé (MG) , sua cidade natal, batizada com o nome de sua mãe, Dolores Peres Gomes da Silva. Só ficou tranquilo quando soube que os irmãos haviam prestigiado o evento.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.